BLOG FECHADO

11
Abr 08

«Boas.» disse ele.

O Jonas estava sério, mais sério que o habitual. Eu nunca o havia visto assim naquelas duas semanas em que tínhamos vindo a falar.

Estava triste, de cabeça baixa e muito pálido, parecia que toda a vida havia sido sugada do seu corpo alto e esguio.

Aproximei-me dele num andar curto e meio nervoso, à medida que lhe perguntava o que se passava.

«Não estou bem, mais nada.»

Foi esta a resposta que obti.

«Desculpa, Jonas, mas não vou aceitar essa resposta. Eu já percebi que não estás bem. O que é que aconteceu?»

«Nada, nada. Parvoíces. Os meus momentos mórbidos, só isso.»

«Conta.»

Segui-se um período de silêncio tenso e incomodativo. Eu já havia percebido que o Jonas me tinha alguma coisa para contar há algum tempo, mas que nunca reunira a coragem necessária para o fazer.

«Eu não quero que fiques com uma má imagem minha.»

«Não vou ficar.» respondi.

Ele olhou-me bem fundo nos olhos e, enchendo o peito de ar, soltou a frase mais horrenda que já ouvi:

«Eu tenho anorexia extrema.»

 

Senti-me gelada por dentro, exasperada e horrificada.

Os seus olhos estavam inundados de lágrimas gordas e pesadas. Mas ele não chorou, manteve-se forte enquanto me contava aqueles factos tão tristes da vida.

Eu sim, chorei.

«Eu percebo-te...» disse eu «Também passei por momentos maus. Mas, sabes, uma coisa que eu aprendi em todos esses momentos é que as coisas más da vida ajudam-nos a perceber as coisas perfeitas que temos. O teu problema, com muito empenho e dedicação, com muita força de vontade, pode ser resolvido e aí sim, vais ver que estás rodeado de pessoas que te adoram e que te ajudam e que tudo é melhor do que tu vias.»

Ele tornou os lábios finos num sorriso ténue.

«Obrigado.»

E abraçou-me.

Até a um próximo post,

Joana F.

publicado por Katerina K. às 19:19

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

15
17
18
19

20
22
24
25

27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO