BLOG FECHADO

07
Mai 08

Hoje deixo-vos um pouco de poesia...

Ser poeta

é acordar os dormentes da alma,

os fracos de coração,

é amar sem condição,

ser do mal, ser do bem,

estar morto mas sentir.

Ser poeta é vida,

ânsia de algo novo,

criar palavras,

tecer caminhos,

derrubar paredes

e preconceitos.

Ser poeta

é falar sem regra,

fazer-se ouvir

em gritos de sofrimento e glória.

Sim,

acordar a alma

daqueles que não crêm

e dar voz aos mudos.

Ser poeta é ser todos

e ninguém.

Até a um próximo post,

Joana F.

publicado por Katerina K. às 19:51

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Áquem e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!

Florbela Espanca

E é isso tudo o que tu disseste também!
Beijinhos e
Café com Natas a 8 de Maio de 2008 às 20:38

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
A Banda Sonora dos Rascunhos


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO