BLOG FECHADO

28
Abr 08

Eu estava de pé, olhando o jardim, com a testa ligeiramente franzida. O meu cabelo, solto sobre os ombros e alguma parte das costas, ondoleava levemente. O Bernardo tinha acabado de ir embora, tinha de estudar para o teste de Inglês.

Fiquei ali sozinha, ligeiramente apoiada a uma árvore que por ali se encontrava, alheia a tudo o que eu pensava naquele momento. Na minha cabeça bailava aquele sorriso de escárnio que o Jonas me mandara há dois dias. Fechei os olhos, afastei aquela imagem do meu pensamento...

Foi então que, vindo do nada, ouvi:

                     - Espero que me perdoes.

Olhei, vi o Jonas, fitando-me com aqueles olhos tão bonitos. Naquele momento deixei de ver o rapaz frio.

                     - Sabes que o que me fizeste foi muito errado não sabes? - perguntei-lhe.

                     - Sei, e é por isso que espero ansiosamente esse teu perdão.

Baixei o olhar por uns segundos, perguntando-me a mim própria se valeria a pena.

«Tudo vale a pena se a alma não é pequena.» lembrei-me.

Olhei-o.

                     - Sim, perdoo. Perdoo-te por todos aqueles nossos momentos, por todas as nossas palavras, por todas aquelas lágrimas que secamos um ao outro.

                     - Sempre me perdoarás?

                     - Porquê? Tencionas repetir?

                     - Não... Nunca o faria, tu sabes disso.

                     - Sim, acho que sei.

Ele sorriu-me e eu voltei a ver a criança que havia nele.

                     - Eu preciso de ajuda. - disse ele.

                     - Sempre soube Jonas, sempre soube...

                     - Ajudas?

                     - Claro que ajudo.

Então, segurando-me na mão, ele diz:

                     - Um mês da mais verdadeira amizade...

                     - Um mês...

A árvore já não estava alheia ao que eu pensava. Talvez por isso ela me deixou abandonar o jardim com o Jonas antes de começar a chover...

Até a um próximo post,

Joana F.

publicado por Katerina K. às 19:35

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

15
17
18
19

20
22
24
25

27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO