BLOG FECHADO

08
Nov 09

            A porta estava aberta para trás, escancarada até. O ar resfriado do crepúsculo entrou pela fralda da camisa e acariciou as costas de Edward num sussurro gutural. Encontrava-se tudo insolitamente silencioso, como um local de crime, e longas gotas de chuva dependuravam-se do telhado do alpendre como lágrimas de dor. Na praça, tudo perdera a cor. A água deixara de ser translúcida, tomando um tom que parecia sangue cinzento a rebrilhar à luz nocturna. Jesse, parado na frente da porta, observava a escuridão do interior com o olhar contraído e semicerrado. Completamente trajando de negro, a contrastar com a sua pele fria e branca, o cabelo descolorado a cair em duras farripas sobre o olho direito, destacava-se como maqueta de gente no mundo cinzento que se erguia à sua volta como muros. Pela primeira vez na sua vida, Violet apercebeu-se de que não conseguia pensar. A sua mente era invadida por um estranho torpor que trazia a sensação de morte. Danny aproximou-se dela e pousou-lhe a mão no ombro levemente.

            - Estás bem?

            Ela olhou-lhe a mão de esguelha e, aconchegando aos pulsos por baixo dos braços, respondeu numa voz sumida.

            - Sim, eu estou. Mas ele não. – apontou para Jesse com um indicador nervoso.

            A casa estava vazia. Nem vivalma se dava a conhecer. Jesse, pálido mesmo para a sua habitual tez ténue, observava a fachada, numa estranha procura por algo que não estava lá.

            Leah havia sumido por completo, deixando tudo para trás e a porta aberta. Na entrada da casa, formava-se um pequeno lago de chuva que entrava por entre as falhas das telhas do alpendre. O soalho não tardaria a inchar como um peixe-balão.

            Edward cobriu os ombros de Violet com o seu poderoso braço e manteve-a debaixo da sua fraternal protecção. Ela fechou os olhos e deixou-se levar pela calidez daquele abraço. Ouviu a voz dele, grave e baixa, a envolvê-la.

            - Temos de procurá-la.

            Silêncio.

            - Foi ela, Ed. – a rapariga fitou-o com certeza – Ela veio buscar a Leah. A Leah sabia de coisas que mais ninguém sabia.

            Edward apertou-a mais contra si. A chuva começava a pesar.

            Jesse fitou o chão e baixou-se sem ruído, percorrendo a madeira do alpendre com as pontas dos dedos. Pouco tempo de pois, o seu movimento parou, e os seus dedos agarraram algo como pinças. Erguendo o que havia encontrado à luz do fim de tarde, mais prateada do que colorida, um cabelo negro refulgiu entre a brancura da sua pele – um cabelo longo e espesso, ligeiramente ondulado na extremidade.

            - Oh, sim. – disse Jesse, exibindo um terrível sorriso que fez Violet encolher-se sobre si própria – A Jacqueline esteve aqui. E deixou-nos um presente.

publicado por Katerina K. às 14:27

A história está óptima! Muito misteriosa... Continua a escrever!
Beijinhos ;)
M# a 8 de Novembro de 2009 às 20:46

Não acho, tenho a certeza :'D
Continua, a séro (:
Purple a 8 de Novembro de 2009 às 20:52

Está fantastico, eu não percebi nada, mas está fantástico! Assim que esta onde testes passar, vou ler do inicio !!!

beijocas
vuty a 8 de Novembro de 2009 às 20:56

aii que já tenho dois capítulos para ler, mas o tempo não dá para tudo :p
já tinha saudades da tua escrita :)
ana a 8 de Novembro de 2009 às 21:03

Com muito gosto (:
Purple a 8 de Novembro de 2009 às 22:01

como sempre, Joana a presentear-nos com uma boa dose de suspense!
muito bom como sempre *.*
ana a 9 de Novembro de 2009 às 16:25

olá :) antes demais quero-te agradeçer pelo teu comentário, fico feliz que tenhas começado a ler a minha fic :D
Eu nunca li nada escrito por ti, mas estive a ler este capitulo e amei a maneira como escreves. Adoro a maneira como colocas nas palavras todos os detalhes (:
Penso seguir a tua fic embora nao tenha lido do prencipiu tentarei acompanhar.
Beijinhos
Cris ♥ a 9 de Novembro de 2009 às 18:09

Obrigadaaa! E fico feliz por teres gostado. Este fim de semana tiro um tempinho e venho tentar ler a tua fic'. Parece-me ser interessante... ^^.

Beijinho, e obrigada (:
cαtch a 9 de Novembro de 2009 às 21:44

Obrigado por comentares x)

Quantos capítulos tem esta fic?

Beijo
sheisnothere a 9 de Novembro de 2009 às 22:36

Ola mais uma vez (: como eu tinha dito no comentário anterior eu acho mesmo a tua escrita linda *-* da mesmo prazer de ler algo escrito da maneira como escreves, como tal quando tiver tempo vou ler todos os capitulos com muita atenção, seria bom ter um resumo mas acho que se ler um bocadinho todos os dias quando tiver tempo consigo-me actualizar em tudo :D quando vale apena vale mesmo :)
Muitos Beijinhos e mais uma vez obrigado pelo elogio
Cris ♥ a 10 de Novembro de 2009 às 18:21

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

15
16
17
18

25
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
A Banda Sonora dos Rascunhos


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO