BLOG FECHADO

21
Set 09

Sinopse:

            Daniel King, antigo aluno do Instituto Hills, muda-se para Nova Iorque com o irmão para estudar na Juilliard, acompanhando o seu melhor amigo, Jesse Stone.

            Violet Simmons, jovem virtuosa do violino, vive com a mãe e o padrasto em Chicago, de modo a poder continuar a estudar com Bill Owen, o seu antigo professor.

            Edward Cole, em Kiev, prepara uma série de concertos pela Europa, após sagrar-se o mais jovem vencedor de sempre do concurso Chopin.

 

            Estes quatro músicos, separados três anos antes pelas suas escolhas de futuro, são supreendidos por uma carta de Paris, que os leva a reencontrarem-se no local onde estiveram juntos pela última vez. Deparam-se com uma história do passado que julgavam já ter sido esquecida e que pode mudar o curso das suas vidas para sempre.

 

 

 

            Um.

            Danny King não confiava em ninguém, muito menos em si próprio. Quando o irmão adormeceu, enrolado nos lençóis brancos e a respirar em longos intervalos regulares, ele soube que estava na hora de sair. Fechou a porta atrás de si e caminhou pelo corredor a passo rápido, palmilhando na escuridão o curso que já tão bem conhecia. Virou rapidamente à direita, tomando um corredor perpendicular que se perdia num negrume ainda mais cerrado. Vinte e cinco metros mais à frente, brilhava uma luz fosca e verde que se extinguia no ar escurecido pela noite. Saída de emergência. Danny empurrou a porta com o ombro e desceu os vários lanços das escadas de serviço até chegar ao rés-do-chão. Os sapatos de couro negro embatiam fortemente no aço, criando uma melodia metálica e ritmada. Dois minutos depois, estes encontraram o linóleo da entrada de serviço das traseiras com um gentil clac clac. Parou um momento e observou o seu reflexo no vidro de uma vitrina. Passou a mão direita pelo cabelo de um loiro sujo, raiado de negro, e algo brilhou no seu polegar quando a luz precoce da madrugada embateu nele. Um brasão de um escudo com um leão corcovado refulgiu na prata do anel. Danny baixou a mão e fechou o punho para esfregar os olhos azuis, de um turquesa escuro e penetrante. Eram olhos grandes, ligeiramente amendoados, cravados na pele apenas ao de leve tostada pelo sol. Deu um jeito às roupas, compradas em Berlim – as calças e camisa negra, bem presa no cós, e o elegante colete purpúrea, que dava um pequeno apontamento de cor à sua graciosa figura escura.

            Através da porta, era visível o beco das traseiras do edifício, ladeado de prédios de tijolo escuro, ao qual se agarravam ferrugentas escadas de incêndio corroídas pela idade. Abriu-a, e foi envolvido por uma lufada de ar gelado tão característico das manhãs de Outono de Manhattan. Num dos cantos do beco, quase evitando os montes de lixo que eram revolvidos pelo vento de um lado para o outro, estava estacionado um Maserati Merak dourado. Contra este, apoiava-se um vulto negro, ainda mais negro que Danny. Uma voz grave, acentuada por um forte sotaque britânico, encheu a estreita passagem com secura e facilidade.

            - A sério, já estava farto de esperar.

            Danny revirou os olhos, e ao expirar pela boca formou-se uma densa nuvem de condensação em frente ao seu rosto. Avançou até que a luz matinal tornou mais visíveis os contornos do outro. Uns olhos quase amarelos brilharam agressivamente na penumbra, tal como um cabelo tão louro que parecia branco. Danny acercou-se dele e sacudiu-lhe dos ombros do sobretudo uma espessa camada de pó castanho claro.

            - Juro-te que me confunde como consegues andar tão mal arranjado, Jesse.

            Jesse Stone riu-se baixo, afastando o braço de Danny com um poderoso safanão.

            - Deixa de ser parvo. Não preciso de andar todo janota, como tu.

            - Só estou a dizer que podias escovar o casaco, para variar.

            - Pois, pára com essas coisas. Entra no carro, que estou a morrer de frio. Ele já está à nossa espera.

publicado por Katerina K. às 19:00

mesmo...
era lindo que a personalidade fosse igual ou parecida, eheh xD
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:12

nunca te processará se não souber o que para aqui vai ;)
ahah
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:15

meu deus o.o
tenho a certeza que vai sair daqui mais uma história espantosa :)
quem me dera a mim ter a tua imaginação para acabar de escrever uma história que comecei há uns tempos xD mas enfim, não se pode ter tudo
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:21

ahh, isso irrita tanto >_>
mas pronto, o que é de uma boa história sem muito suspense, não é ? :p
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:28

já reparei, sim.
agora sabe deus quando se vai saber onde vai o Danny e o Jesse e com quem xD
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:34

está super lindooo. ahah, o Danny foi bem rude com o Jesse ao dizer que lhe fazia confusão o facto de ele não andar bem arranjado :tt
já estou à espera do próximo (quero sempre mais)

Beijinhos
Catherine a 21 de Setembro de 2009 às 22:43

bem, não deve demorar muito até chegar o 3º capitulo 8D
este mistério até faz bem a quem lê. mais para a frente até se pode ir magicando certas coisas ;)
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:46

epah, tem de haver um romance... por isso um deles há-de ficar com a Violet. Ou então lutam todos por ela e ela não fica com nenhum (isso é que era obra) ahaha
E com essa da história do passado... ou o tal senhor tem alguma coisa a ver com isso, mesmo que indirectamente, ou não sei xD
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:51

mas até tem ar de ser atraente, ahahah (aa)
Catherine a 21 de Setembro de 2009 às 22:55

epah, estás-me a matar de curiosidade xD
a minha aposta vai para o Danny ficar com a Violet. logo se vê se acerto ou nao
ana a 21 de Setembro de 2009 às 22:56

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
16

24
26

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
A Banda Sonora dos Rascunhos


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO