BLOG FECHADO

14
Jun 09

Acordei. Havia uma névoa de penumbra sobre as cabeças adormecidas do Afonso e do David. Conseguia ouvi-los a respirar profundamene, deitados junto a mim na enorme cama de casal do quarto dos pais do Afonso. Eles não estavam em casa e nós, exaustos, adormeceramos sobre a colcha, ainda vestidos.

As cortinas estavam fechadas, lançando uma cor avermelhada sobre nós.

O Afonso estremeceu, a sua respiração oscilando mas voltado ao normal rapidamente. Estava com a cabeça encostada às minhas costas e as mãos junto à minha coluna. O David  tinha os lábios ligeiramente entreabertos, o ar saindo-lhe por entre a carne cor-de-rosa que os constituía.

Sonhavam, ambos. Tinham as pálpebras cansadas cerradas num sono estável e pacífico. Era belo, vê-los dormir.

Fechei os olhos, encostei-me ao peito do David. Cheirava a cravos. Ele respirou fundo e pôs os braços ao  meu redor. Sorri.

 

 

Até a um próximo post,

J.F.

publicado por Katerina K. às 12:04

Cama de casal para três....

Deixas-me sempre com água na boca!!

Bjinho
Subjectividades a 15 de Junho de 2009 às 11:54

Grande trio esse!

Vocês respiram arte.

Bj
Cara de Anjo Mau a 16 de Junho de 2009 às 00:55

Pedaços da vida que vão ficar para sempre. Vou continuar a ler-te. Gosto do que escreves.
Bjokas
ónix a 25 de Julho de 2009 às 22:55

lindo blog (:

beijinho
Açucena a 5 de Agosto de 2009 às 14:16

Oh, obrigada! :D

Beijinho flautístico,
J.F.

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
A Banda Sonora dos Rascunhos


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO