BLOG FECHADO

12
Dez 08

A sala era grande, com paredes de pedra que se erguiam como torres. Costumava ser um compartimento frio, por isso instalaram uma lareira. Esta encontrava-se apagada. Era Verão, as janelas estavam abertas para trás de modo a entrar ar fresco e a aproveitar-se a restante luz solar; daí a pouco escureceria.

Na sala de jantar, já a mesa estava posta, as portadas fechadas e o candeeiro de tecto aceso.

Frederico sentou-se no sofá, rodeado por Isabel e David, contando as suas aventuras em Londres e falando dos locais que visitara e pessoas que conhecera. Londres era muito diferente dos Açores. Era uma cidade sombria, coberta por uma névoa sinistra, trespassada pelas badaladas pesadas e habituais do Big Ben. As pessoas eram um pouco o reflexo deste ambiente, mas existiam sempre excepções à regra. Segundo Frederico, Jillian era uma dessas raridades. Ele descreveu-a como sendo detentora de cabelos loiros «parecendo feitos de raios de sol» e de olhos incrivelmente azuis.

            - A mim parece-me uma londrina comum. – disse David, torcendo o nariz.

Mas não era. Jillian Hope fazia de tudo um pouco. Era uma atleta exímia, esgrimista desde os seus sete anos, uma aluna brilhante, uma cozinheira esplêndida. Morava no apartamento ao lado do de Frederico enquanto estudava oncologia. Os pais viviam não muito longe de Londres, numa mansão de nome Lester’s Hall.

Isabel ouvia o que Medeiros contava com uma atenção assustadora. Como ela gostava de ir a Londres com Frederico, visitar a tal mansão e conhecer não só Jillian, mas também os outros amigos ingleses do rapaz.

Simão Pedro encontrava-se na cozinha, a fingir que acabava o jantar, mas estava apenas a ouvir o que o visitante contava, sem dar muito nas vistas. Mário também se absorvia nas histórias de Frederico. Alexandre Kerenkov era a grande ausência, mas não se fez faltar por muito tempo. Daí a nada, já descia as escadas, limpo e arranjado. Simão sorriu-lhe.

            - Já está pronto, o jantar?

            - Quase. Junta-te a eles, vão para a sala de jantar.

            - Tudo bem. Até já.

 

publicado por Katerina K. às 20:10

Olá flautista

Isto minha amiga é muito pouco.....deixas-me sempre com água na boca!!
Eu que leio á velocidade de cruzeiro.....
Estou a adorar a história e vou pedir ao Pai Natal para te apressar.
Mas nos entretantos também gostava de saber de ti, de como correu o musical, como vai a vida ....
Dizes que adoras jantares de mulheres e magustos?? Perdeste o magusto que eu dei?? mas sabes que adorei ter-te lá!!!

Bjinhos e como és senhora de grandes ausências desejo-te já um feliz natal
Subjectividades a 15 de Dezembro de 2008 às 13:20

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
A Banda Sonora dos Rascunhos


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO