BLOG FECHADO

27
Mar 10

Depois de ele sair, eu recebi um telefonema da Lilith.

Ele já saiu?

Sim, respondi, Nem há dois minutos.

Raios, disse a Lilith, e ouvi que atirou alguma coisa ao chão, Vou ter de ligar para casa do Fraser e esperar que eles já tenham chegado.

Daqui a umas horas eles já devem estar ensopados em cerveja a jogar dominó.

Ela soltou uma gargalhada estridente.

Sabes, por incrível que pareça, sinto falta dos jogos de póquer. Ganhavas sempre, nunca entendi como conseguias ser uma jogadora tão boa.

Eu não podia negar que ela tinha razão.

Ele e o Fraser, depois das onze da noite, deixavam de ser pessoas e eram assassinos. Os olhos deles ficavam diferentes, enchiam-se de uma névoa vermelha, dos rostos das pessoas a quem eles tinham tirado a vida. Mas eu não gostava de saber dos negócios do Esquadrão. Eles eram quatro: a Lilith, o Fraser, o Mutt e o meu Metello. O Metello que tinha acabado de sair pela porta com a promessa de trazer cigarros e conhaque.

Bem, vou a casa do Mutt.

Muito bem, disse eu, Não te esqueças de ligar para casa do Fraser.

Como me poderia esquecer?

Esqueces-te de muita coisa quando o Fraser está em questão.

Bah, grunhiu a Lilith, Depois de sete anos a viver e matar com ele, até quero esquecer-me.

Não sejas cruel, Lil.

Eu ganho a vida a ser cruel, querida. Bem, vou desligar. Há muitas pessoas mortas por chegar à morte.

E desligou.

Procurei o isqueiro que o Metello me tinha oferecido quando fiz dezasseis anos. Ele disse-me que eu estava cada vez mais perto de morrer; acelerar a viagem era um bónus. Eu acendia os cigarros com aquele isqueiro há vinte anos, e a vida não me parecia passar mais rápido. Encontrei-o no bolso do meu casaco branco, o casaco que o Metello não queria que eu usasse porque me fazia um alvo demasiado fácil. Percebi o quanto a minha vida estava condicionada por aquilo que o Metello queria ou não; mas eu estava disposta a isso, desde que ele viesse ter comigo e trouxesse conhaque.

Olhei para a cozinha; não me podia esquecer de comprar leite, ele ia querer beber quando chegasse a casa.

publicado por Katerina K. às 21:43

Perfeito, minha butter, não há outra palavra. Anseio pelo próximo.
Beijos.
Mudei-me. Tchauzinho. a 27 de Março de 2010 às 22:09

as tuas histórias são sempre fantásticas, a sério. ;)
Catherine a 27 de Março de 2010 às 23:36

Perfeito (:
Mariana* a 28 de Março de 2010 às 20:14

HallO!!
perfeito como sempre!

mais

kuss
dk a 28 de Março de 2010 às 22:40

Olá eu tenho de pedir perdão aos deuses por não ter cá vindo. Prometo que vou ler tudo o que me falta e dar a minha opinião desculpa a sério por não ter cá vindo.

Bjs Espero que perdoes esta maluquinha
sofiα6B a 30 de Março de 2010 às 20:02

oh... mas este já é narrado pela rapariga-que-não-sei-o-nome. xD
fantástico, como sempre x)
btw, não me respondeste às questões do outro comentário. na boa, não deves ter tempo para os meus devaneios. deixa lá. xD
beijinhos, boa páscoa se não aparecer por aqui antes (:
Inées. a 31 de Março de 2010 às 01:57

BOA PÁSCOA miúda!!

EU VOLTO
Subjectividades a 1 de Abril de 2010 às 12:19

Estás zangada ?
:s
Mariana* a 2 de Abril de 2010 às 19:35

desculpa não andae a comentar mas fikei sem net.
Olha li tudo o ke perdi e adorei e para n variar tmb adorei este.
Quero mias
Bjus
Raquel
Raquel And Jeanette a 3 de Abril de 2010 às 23:08

Comentario rapido, antes que o meu namorado me venha buscar para irmos passar a Pascoa a casa dos avos dele, so' para avisar que actualizei o blog^^

OMG! Tenho mesmo q me actualizar no teu blog :x
Ja' agora, boa Pascoa para ti (apesar de eu nao ser religiosa)

Espero q passes la' no meu blog depois :)
Sophie a 4 de Abril de 2010 às 14:48

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
23
25
26

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
arquivos
A Banda Sonora dos Rascunhos


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos

#5

blogs SAPO